Skip directly to content

Contorno rodoviário e gás natural impulsionarão o desenvolvimento de Sidrolândia, diz Beto Pereira

Por: 
Assessoria
27/09/2019

O contorno rodoviário na BR-060 e a instalação de um ramal do gás natural em Sidrolândia foram temas de audiência pública na noite dessa quinta-feira (26) na Câmara de Vereadores do município. O debate foi idealizado pelo deputado federal Beto Pereira (PSDB) e deputado estadual Gerson Claro (PP), em parceria com os parlamentares municipais.

A discussão contou com a presença de empresários, representantes do agronegócio e de lideranças políticas da cidade. De acordo com o empresário do ramo de segurança, André Nantes, a realização da audiência pública possibilita que a população sidrolandense acabe se informando sobre o que é discutido entre os poderes e entendendo as mudanças propostas. “Acho isso muito importante. Pois contribui muito para elucidação de muitas dúvidas que a gente ouve falar do projeto e que de início a gente acaba não compreendendo muito. E a audiência pública vem ao encontro do que a população precisa para entender sobre o anel viário e sobre o investimento em gás natural”, disse. 

Segundo Beto Pereira, a resposta da população foi positiva em relação à proposição da audiência no município. Em sua fala, o parlamentar expôs a necessidade imediata da construção do contorno rodoviário em Sidrolândia. “A avenida principal de Sidrolândia é uma região de intenso tráfego de veículos, principalmente, de veículos pesados, que acabam desgastando o asfalto da avenida e, sobretudo, pondo em risco a vida dos moradores que transitam diariamente pela localidade”, disse.

Para o parlamentar federal, a discussão a respeito do investimento na infraestrutura é tratar sobre o futuro do município e, sobretudo, o prejuízo que possivelmente trará se nos próximos anos não ocorra essas mudanças no contorno da cidade. “O número de veículos que transitam na avenida tem a expectativa de triplicar. A construção do contorno é inevitável. É questão de tempo. Mais dia ou menos dia esse contorno vai se tornar realidade”, e complementou.

 

 

Gás natural

Outro debate que ocorreu na Câmara Municipal foi sobre a instalação do ramal de gás natural. Beto Pereira defende a ampliação e do menor impacto ambiental da matriz energética em relação às outras fontes possíveis de energias. Também em defesa da implantação, Beto discorre que o resultado final impulsionará o setor de comércio e da indústria local, levando uma fonte de energia mais limpa e barata, resultando no fortalecimento do desenvolvimento de Sidrolândia.

A audiência pública contou também com a participação de Luiz Antonio Duarte, gerente comercial da MS Gás; Euro Nunes, superintendente do DNIT; do prefeito de Sidrolândia, Marcelo Ascoli; de Braz Melo, vereador de Dourados.