Beto Pereira

Ficha LimpaDeputado FederalPai

BIOGRAFIA

Humberto Rezende Pereira, o Beto Pereira, é deputado federal por Mato Grosso do Sul, bacharel em Direito e empresário. Nasceu em Campo Grande, capital do Estado e tem 46 anos.

Em 2004 foi eleito prefeito do município de Terenos aos 26 anos. Foi o prefeito mais jovem do Estado na época.

No ano de 2008, foi reeleito com mais de 70% dos votos dos eleitores.

Beto Pereira promoveu uma verdadeira revolução na cidade com obras de infraestrutura, construção de casas populares, escolas na zona rural e dotou a cidade de áreas de lazer como o Parque da cidade.

Foi o prefeito que implantou a primeira escola em tempo integral de Mato Grosso do Sul, a Escola Jamic Polo. Na administração de Beto, Terenos foi a primeira cidade do Centro-Oeste a ter o projeto UCA – Um computador por aluno.

Em 2009, assumiu a presidência da Assomasul (Associação Sul-Mato-Grossense de Municípios), entidade que representa os interesses das cidades de Mato Grosso do Sul.

Em 2012, Beto Pereira se tornou vice-presidente da Confederação Nacional de Municípios. Foi o primeiro sul-mato-grossense a assumir essa função na CNM.

Beto deixou a prefeitura de Terenos com mais 94% de aprovação.

Em 2014 foi eleito deputado estadual com 27.182 votos. Foi presidente da Comissão de Constituição, Justiça e Redação da Assembleia Legislativa, a mais importante comissão da Casa de Leis. Também presidiu a CPI dos Combustíveis, que investigou possíveis irregularidades na composição de preços dos combustíveis nos postos de Mato Grosso do Sul, e foi relator da CPI da Enersul/Energisa.

Foi autor da Lei Amigos do Parque, que fecha uma das vias do Parque dos Poderes para prática de Esporte e Lazer.

Foi autor da Lei do Dourado, que proíbe a pesca do Dourado em Mato Grosso do Sul para preservar a espécie e incentivar o turismo de pesca esportiva, grande gerador de emprego e renda.

Foi autor da Lei que garantiu a preservação permanente de dois rios pantaneiros: Rio Salobra e Córrego Azul.

Foi autor da Lei que obriga os hospitais a ter gerador de energia próprio para evitar o desligamento de aparelhos em caso de queda de energia.

Em 2017 assumiu a presidência estadual do PSDB de Mato Grosso do Sul.

Em 2018 se elegeu deputado federal com 80.500 votos.

Para Campo Grande, destinou recursos para Santa Casa, Hospital do Câncer, Maternidade Candido Mariano, UPAS, Associação de Amigos do Autista, Asilo São João Bosco, APAE, Universidade Estadual, Feira Central e Associação dos Artesão.

Beto Pereira investiu recursos de emenda parlamentar para a construção de praças esportivas no Indubrasil, Aero Rancho, Coophavila e Tiradentes. Além disso, garantiu verba para obras de pavimentação em diversos bairros de Campo Grande.

No ano de 2019 foi eleito secretário-geral do PSDB nacional.

Em 2022, foi reeleito deputado federal com 97.872 votos em Mato Grosso do Sul. Em fevereiro de 2023, foi eleito para compor a mesa diretora da Câmara dos Deputados.

Em 2023, destinou recursos para atender a CER APAE, Maternidade Cândido Mariano, Hospital São Julião e Associação Juliano Varela. Além de destinar R$ 1 milhão para a instalação do primeiro centro de transplante de fígado e rim do Estado, no Hospital Adventista do Pênfigo.

Beto Pereira também destinou 4,8 milhões para 26 entidades filantrópicas que atuam na área do social, da educação, esporte, cultura e saúde.

Beto lutou pela implementação do curso de Direito na unidade UEMS – Moreninhas e, em Mato Grosso do Sul, mais de 30 mil crianças foram contempladas com kits esportivos para o desenvolvimento das atividades esportivas no contra turno das escolas. São 24 modalidades contempladas, como futebol, vôlei, basquete, tênis de mesa, entre outros. Ele também foi o primeiro deputado federal na história do Estado a destinar investimentos para a compra de instrumentos e fardamentos para as bandas e fanfarras de todo Estado.

Na Câmara, além de se tornar liderança nacional e ser conduzido à vaga de suplente da mesa diretora, Beto foi escolhido para relatoria do CARF.

×